o primeiro voo, sim. o segundo voo, não (senhor piloto: aterrar é devagar, sim? particularmente depois de uma hora de atraso no voo, e depois de 40 minutos recheados de barulhos estranhos, falhas de luz…)

hotéis de cinco estrelas: sim. eu podia viver assim. aliás, eu devia viver assim. ou pelo menos poder tomar um pequeno almoço destes todos os dias. e almoçar. sem problema.

degustações: está bem… vá, eu provo mais um pouco de sidra, e de enchidos (embutidos!), e de doçaria tradicional asturiana. se insistem… e também não me importo de ir almoçar a um hotel termal. mas foi injusto mostrarem-nos aquelas piscinas e depois ala que se faz tarde. humpf. eu dormi seis horas (se tanto) e merecia.

feira: pequenina. vantagem: faz-se bem a pé. desvantagem: “errr… então é isto?”

cansaço: algum. mas daqui a pouco jantar, na sidreria. já disse que sou fã? abençoadas maçãs.