image002


porque é bom demais no que faz. porque não se metia em esquemas, porque não enfiava o nariz na vida dos outros, porque não se acometia às vontades da tríade que acredita piamente, mão na bíblia e bandeira a voar, que lhe é devido tudotudotudo, qual liberdade de expressão, essa cabra tem a mania de voltar e morder-nos o rabo, é chata, manda-a embora como se fossa uma tia velha e solteirona que paira aos domingos. porque é calmo e não sobreviveu num ambiente darwiniano em que tudo é permitido porque segundo a mentalidade do estaminé isso quer dizer que só os mais fortes sobrevivem e nós queremos os mais fortes não é? claro que se passa por cima do facto de haver uma clara dualidade de princípios – os que os têm, e os que não os têm. porque não se conformou, não moldou crenças à vontade bipolar de quem usa as calças aqui [na verdade não sabemos ao certo quem é essa pessoa]. e por isso hoje olho para uma cadeira vazia e não consigo trabalhar, porque tive a prova mais que provada que aqui o que conta são os caprichos de quatro mentes maldosas. e mais nada.