somos as pessoas que nos deixam, as que encontrámos ainda agora, a pessoa que nos deixam ser. somos a casa onde respiramos, as ruas que pisamos, as viagens em que nos embrenhamos, os livros que nos seduzem.

hoje sou a pessoa que decidi ser num final de semana gelado, em que tinha duas opções: torturar-me com dúvidas, ses e porquês, ou saltar. eu saltei.

foto-inspiração do dias assim. que adoro.