hoje no chiado havia uma instalação (o nome passou-me ao lado, se alguém souber que me indique!) que consistia, basicamente, numa parede e numa fila de pratos e pratos, todos brancos, disciplinadamente lado a lado. a ideia é escrever algo no prato e atirá-lo com toda a força contra a parede.

escrevi os anos que me marcaram pelo mal, para expurgar. e à moda de um frisbee, lá o atirei.

e que bem que soube. partir pratos é óptimo. não sei porque é que a minha mãe se chateava tanto comigo quando eu partia alguns por acidente lá em casa. estou a considerar comprar um carregamento para os dias maus.

isso, a companhia, e uma compra fabulosa na pedralua (fabulosa = com 40% de desconto!!!!!) and I’m a happy girl. a compra foi esta (mas a prata dos meus é toda lisa):

ah: e martinis grátis.

:)