depois de um teriyaki de salmão, abraços carinhosos e uma sangria bem intencionada, nada como acordar para um céu azul calmo.

está tudo nos pequenos prazeres.