Archives for the month of: Julho, 2011

onde é que há uma setinha a dizer “o caminho é por aqui” quando precisamos dela!?

diabos.

bom dia :)

via ervilha cor de rosa.


 

quero.

… se até lá (sbsr2011) eu voltasse a mexer o pescoço. acordei no sábado de manhã cheia de dores e ainda estou com mobilidade reduzida. não é muscular, parece-me, antes algo mesmo na base do pescoço, início da coluna… any advice?

para vocês:

uma música

uma frase

uma atitude

um desejo fútil

e algo a quebrar este fim-de-semana (go freak dancing, go!)

 

– consegui não engordar mesmo sem fazer nada remotamente atlético durante duas semanas. porque mesmo tendo passado a primeira semana a enfardar comida alentejana, a segunda passei-a doente e sem comer. um bom equilíbrio.
– ando aos risinhos estúpidos, qual pita de 13 anos, por causa de um gajo.
– decidi que quero sair da agência até ao final do ano sob pena de o meu cérebro envelhecer prematuramente.
– ando aos risinhos estúpidos, qual pita de 13 anos, por causa de um gajo.
– sou oficialmente alérgica à primavera.
– ando aos risinhos estúpidos, qual pita de 13 anos, por causa de um gajo.
– fui formalmente proibida de ter um gato (algo em mim morreu por dentro).
– ando aos risinhos estúpidos, qual pita de 13 anos, por causa de um gajo.
– tenho a tese tão atrasada que já nem é engraçado, é só dramático.

ah, e ando aos risinhos estúpidos, qual pita de 13 anos, por causa de um gajo.

sei lá, podiam não ter percebido.

:)

 

tudo daqui. e esse blog é um vício.

foi a primeira madrugada do ano em que me senti verdadeiramente feliz.

venha lá o que vier depois, já valeu por isso.