uma mísera consulta ao dentista e um pequeno, pequenino cataclismo.

“deixe lá, não deve precisar de cirurgia…”

[respiro]

“… ainda.]

[pânico]

sou uma piegas incontrolável no que diz respeito a dentistas. a bem dizer há poucas coisas que não mudaria em mim e o sorriso é uma delas. agora dizem-me literalmente “cuidado para não te caírem os dentes”. especialista gengival (WTF) marcado para a próxima semana e um enjoo no caminho até casa. pastas e elixires xpto (qual pasta do pingo doce qual quê, isto é coisa de gente fina), consultas mais finas ainda, limpezas eternas e regulares como as contas a caírem no final do mês (ou no início, depende do plano de cada um).

agora vou entreter-me a pintar de preto alguns dentes do meu sorriso, que nisto não sou comedida e algo se quebra em mim quando um dentista me diz “talvez não precises já de cirurgia” e depois abala sorridente para falar de corridas sei lá eu do quê com o colega.

não, a fazer tempestades em copos de água, faço-as com pinta.

vou então imprimir isto e buscar uma caneta.