em dias bons? enamorada por mim, pelas minhas amigas, pela minha família, pelos dias de sol frio e límpido, pelos livros novos que vou acumulando, pelas horas passadas em boa companhia onde a moeda de troca é um riso e um copo de tinto. dia dos namorados (que já começa a ver-se por todo o lado) também é para essas pessoas e momentos. à falta de um, venham os muitos e muitas – amizades, dias de praia de inverno, pratos novos, visitas à família, pernas enroscadas debaixo da manta e uma revista na mão. estou na minha pausa para o chá num dos dias mais caóticos de sempre e resolvi – é um bom dia. é o 3º bom dia seguido. deixei de contar o que veio antes.

 

daqui.