“ninguém é quem queria ser”, já diz o bandido. não sei até que ponto sou quem quero ser, sei que estou bem como estou, embora ‘estar’ e ‘ser’ provavelmente sejam diferentes. favoritos incluem praia, livros à sombra, amigos, dormir imenso, boas séries de televisão, livros debaixo de uma manta, reportagens bem feitas, livros ao sol, chocolate[s], e o verde. verde esperança, verde ilógico, verde alucinado, verdes anos, verdes linhas, verde vida… but so far, so good.